.

.

.

.
RSS

Pré-listas EUROCOPA


Nas listas até então divulgadas, não ocorreu muitas alterações nos nomes dos jogadores que estavam sendo convocados para defenderem suas nações. Porém há pontos a se levantar e debater. O mais relevante deles refere-se à Inglaterra. Mais especificamente, John Terry. Envolvido há alguns anos atrás em uma polêmica com a esposa de um de seus companheiros de clube e de seleção, o galanteador viu seu companheiro “aposentar-se” da seleção e afastar-se do clube onde ambos atuavam (Chelsea). Hoje, o zagueiro, talvez ex capitão, foi responsável pelo afastamento de outros 2 nomes da seleção. Por disparar ofensas RACISTAS contra o irmão de Rio Ferdinand (caso que ele terá de responder posteriormente judicialmente), a federação inglesa de futebol interferio no trabalho de Fabio Capello e retirou a faixa de capitão do jogador. Indignado com a interferência, o técnico se afastou do English Team. Agora, para evitar atrito entre os Rio e Terry, o novo técnico da seleção, Roy Hodgson elaborou uma pré-lista de atletas que irão participar da eurocopa sem a presença do zagueiro do Manchester UNT. A respeito do desempenho da Inglaterra na competição, devemos voltar nossas atenções para a zaga e observar a atuação de Cahill e Phil Jones, candidatos a figurar entre os melhores zagueiros do mundo. Theo Walcott , Alex Oxlade-Chamberlain e Ashley Young são os outros atletas que demonstram-se como promessas.

Na Espanha, a surpresa é a decadência de Fernando Torres. Antes protagonista da “fúria”, Torres encontra-se fora da lista do técnico Vicente Del Bosque. Recheada de jovens talentos, a seleção terá de confiar neles para o ataque, uma vez que outro de seus astros, maior artilheiro de sua historia, está lesionado e talvez não participe da competição. Em alta,  atacaque deverá ser composto por Llorente e/ou Soldado.


 Na Holanda não há muitas novidades. O elenco titular deverá ser composto pelo goleiro Stekelenburg, os defensores Mathijsen, Heitinga, Van der Wil e Boulahrouz, os meio campistas Van Bommel, de Jong, Sneijder e Van der Vaart e pela dupla de ataque Robben e Van Persie. A grande ausência na lista é do jovem atleta do Milan, Emanuelson.

França e Itália tentam se recuperar do fracasso na ultima copa do mundo, realizada na África do Sul, portanto apresentam listas repletas de jogadores novatos, atletas que vieram ganhando espaço principalmente desde os últimos 2 anos e que deverão ser base, caso a campanha desta euro seja bem sucedida, para as seleções nacionais que virão ao Brasil para a copa das confederações 2013 e para a copa do mundo 2014. A Itália, porém, conta com a recuperação de seu principal defensor para que este participe da competição deste ano, em Londres. No caso da França houve 2 ausências na pré lista que chamaram atenção: Gomis e Gameiro. Esses atletas, ambos atacantes, já tem um certo prestigio na seleção francesa, mas não foram relacionados na pré lista, o que indica que as renovações no elenco Frances ainda não acabaram.

Por fim, Portugal apresentou uma lista onde constam muito dos atletas que figuram na seeção principal. São eles: Pepe, Bruno Alves, Fabio Coentrão, João Moutinho, Raul Meireles, Miguel Veloso, C. Ronaldo, Nani, Quaresma, Hugo Almeida e Hélder Postiga. A grande ausência para essa lista fica por conta do veterano Ricardo Carvalho, ex-atleta de porto (Portugal) e chelsea (Inglaterra), que encontra-se atualmente no Real Madrid (Espanha).

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 Comentários:

Estéfane Padilha disse...

Acho um erro enorme tirar o Ferdinand, ele é um zagueiro muito seguro e é ótimo, acho que fará falta à Inglaterra, que tem uma seleção até fraca. E acho que deveriam dar uma chance ao Torres também, ele estava muito mal, mas agora até que está melhorando, hehe.

chiquinho disse...

Comcordo plenamente Estéfane. Mas a respeito do Torres, ele apenas não estava fazendo gol, porque não entrou mal nos jogos que disputou. Talvez, o gol perdido contra o Manchester Unt e a grande sequencia de jogos sem marcar foram os responsáveis por cravarem sua saida da seleção. Eu, hoje, não colocaria o Torres como titular, pois assim seria injustiça para com Llorente e Soldado, que vem jogando muito bem e tentando encontrar seu espaço entre os 11 iniciais, mas não deixaria de levar "El Niño" a eurocopa jamais! Muito dificil encontrar alguem no nível dele.

Estéfane Padilha disse...

É isso, ele não precisa ser titular, mas acho que ele deveria ir sim, hihi (:

Postar um comentário

Xingamentos ou qualquer outras coisas do gênero serão excluídos.