.

.

.

.
RSS

Corinthiano, maloqueiro e sofredor


Não podia ser fácil. Não podia ser 20 minutos do primeiro tempo. Não. Tinha que ser aos 40 da segunda etapa. O cara entrou no domingo e meteu dois gols no maior rival, sendo um deles de letra. O cara entrou hoje e com um simples toque fez metade de um país vibrar e a outra metade odiar. Porra Corinthians!

La Bombonera lotada, pouco mais de 2 mil corinthianos, mais de 40 mil argentinos. A catimba de sempre. O Professor Adenor com certeza já havia chamado a atenção para o “fala muito” dos hermanos. Primeiro tempo quase impecável do time alvinegro, sim, quase impecável. Marcação precisa, atacando quando tinha a posse da bola. Mas na Libertadores, se tratando do Corinthians, nada é fácil. O Jorge Henrique tinha que se machucar, o clube paulista não podia jogar melhor em plena a Bombonera. Por que? Porque é Corinthians na Libertadores.

Queiram reparar que o Corinthians vem invicto na Taça Libertadores. Isso mesmo, invicto! Para quem pensava que o time ia “arregar” no temido estádio argentino, se enganou. Não, não sou adepto de time argentino, sou brasileiro, azulino de coração e botafoguense por paixão. Hoje, querendo ou não, o Corinthians foi o Brasil. Hoje é o dia não do título, mas sim da vitória. Sim, vitória. Pois muitos outros times brasileiros desistiriam após aquele gol do Boca. Mas não. Não o Corinthians. Por que? Porque é Corinthians na Libertadores.

É o título que falta. É a raiva que os rivais fazem quando perdem. É a mais desejada e obcecada taça que um torcedor já pôde querer. São mais de 30 milhões, mais de 30 milhões apaixonados e definitivamente loucos. Não, eu não sou corinthiano.

Corinthiano, maloqueiro e sofredor.
Corinthiano na raça de toda essa Libertadores, chegar ao último jogo da final invicto, com um elenco sem estrelas, aliás, com uma estrela, a torcida.
Maloqueiro, tomar o gol e jogar o sinalizador no campo. Porra, acorda Corinthians!
Sofredor, empatar aos 40 do segundo tempo, com um gol do reserva, estreante. Sai “Zica”!!!

A temida Bombonera já ficou para trás, e os hermanos ficaram loucos de raiva. Não teve arbitragem e nem pressão que interferisse na partida. Agora temerão o Pacaembu e o seu bando de Loucos. Ninguém merece mais esse título que o Corinthians. É agora ou nunca.


Vai Corinthians!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 Comentários:

Henrique Filho disse...

SENSACIONAL, PV!

Postar um comentário

Xingamentos ou qualquer outras coisas do gênero serão excluídos.