.

.

.

.
RSS

Façam um favor ao futebol



Foto: Henrique Pereira
Neste último sábado marquei presença no maior clássico do estado de Alagoas, CSA x CRB, o tão famoso “Clássico das Multidões”. Como não torço pra nenhum dos dois, optei por estar na torcida do CSA, que era o mandante e teve a maior capacidade do estádio disponível.

Um jogo de final, que marcou o reencontro dessas equipes numa decisão, todas as circunstâncias pediam uma grande festa fora e dentro de campo. E ninguém ficou devendo se tratando de número de torcedores, ambas as torcidas compareceram em massa e fizeram uma bela festa no Rei Pelé. Mas o que me chamou a atenção foi à forma que os torcedores fazem essa ‘festa’. Como estava na torcida do CSA, vou analisar o que vi e ouvi lá. Pois bem, a principal torcida organizada do clube é a ‘Mancha Azul’, a qual estava proibida de ir caracterizada. São esses torcedores que produzem a maior parte dos cantos de ‘incentivo’ a equipe. E cara, 90% não são de incentivo. Pelo contrário, são completamente ofensivos e direcionados a torcida adversária. Não condeno só essa torcida, porque sei que na torcida do CRB é assim e também em muitas do Brasil, pra não dizer todas. Ou seja, o clássico perde a importância e a ocasião vira um duelo de torcidas. Que na minha humilde opinião, se torna um duelo de babacas.

Me impressionou a quantidade de cânticos extremamente ofensivos, alguns até sem noção. E todos citando o nome da torcida organizada ‘Mancha Azul’ e não do clube, CSA. Espera aí, qual é o time? Qual é o verdadeiro objetivo da torcida? Esses caras torcem pelo CSA ou pra uma torcida organizada? Essa prática já se tornou comum em quase todos os estados. A torcida organizada prevalece até mesmo na hora dos cantos, que seriam para incentivar os jogadores. Prática lamentável...

E vejam o exemplo que esses ‘torcedores’ dão aos mais novos. Uma voz de uma criança chamou minha atenção durante a partida. Quando olhei em volta achei um menino, que aparentava ter uns 10 anos de idade, no máximo, ao lado de um adulto, provavelmente seu pai, cantando todos, sem exceção, cânticos da torcida, inclusive os mais ofensivos. Veja só o problema, o menino não aparentava ter mais de 10 anos, cara, 10 anos, uma criança! Não devia nem ter noção do que estava falando. E o pior, cheguei a ver outras crianças, sentadas sob os ombros dos pais e fazendo o mesmo que o menino. Cara, aí um animal desses, que se diz pai, tem o direito de vir reclamar sobre a violência nos estádios? Não existe coitadinho nesse meio, esses são poucos. A maioria das pessoas que vem reclamar depois dos atos de vandalismo são as mesmas que estão ali reproduzindo o que meia dúzia começa a cantar.

Foto: Itawi Albuquerque
Defendo algumas canções que são até engraçadas. Como os que gritaram a torcida do CRB, em certo momento do jogo “Ah, cadê a bênção do pai?”, não incitam a violência e são inteligentes, é aquela gozação natural. Como a torcida do CSA também tem essas sacadas. Mas ouvi coisas como “(...) Cuz... tem que morrer!”. Hã?! É incrível ver que tem pessoas que cantam isso expressando extrema felicidade, que só me faz querer acreditar que não tem a mínima noção do que estão falando. E não me venha com argumentos, como: “Ah, é o calor do momento” ou qualquer outro que defenda esse tipo de canto. Em outro texto defendi a provocação sim, aquelas inteligentes, que utilizam o momento para tirar um sarro e que são extremamente naturais. Não essa babaquice que vem tomando conta dos estádios.

E quem pode reverter isso tudo, somos nós. Antes de ir ao estádio, pensem bem. Muito cuidado com o que vocês incentivam, porque a partir do momento que você vai ‘apoiar’ seu time com cantos idiotas como esses, você contribui pra que isso cresça cada vez mais. Os estádios em todo o país estão se tornando palcos de gente estúpida, que vai não para ver ou fazer um espetáculo, mas sim para contribuir com essas práticas inúteis que estimulam a violência.

Essa prática é reversível, cabe o bom senso de cada um. Então parem para pensar e comecem a inverter essa situação. Se calem e vejam quantos vão continuar cantando esses cânticos ofensivos, pode apostar que vai ser meia dúzia de babacas. Isso só ganha força porque a maioria colabora. Voltem sua atenção para o campo, para o espetáculo, brinque, tire um sarro, provoque com humor e inteligência e passe a incentivar somente o seu time, por favor.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 Comentários:

tulhinho disse...

Parabéns ao autor do texto, só acho muiti difícil reverter essa situação nos dias de hoje.

Postar um comentário

Xingamentos ou qualquer outras coisas do gênero serão excluídos.